CRIANEWS

O objetivo deste projeto é interagir com toda a escola e informar, de forma digital, aos alunos, pais, professores, comunidade escolar e todos os que acessarem a página da Escola Criativa sobre as atividades realizadas pelos alunos, saídas pedagógicas, estudos do meio, aulas práticas, apresentação de trabalhos e comemorações.

Além de oferecer informação sobre as atividades realizadas pelos alunos na escola, o projeto “CRIANEWS” desenvolve a capacidade de o aluno participar da aula com um olhar observador e crítico. Após a realização de uma atividade, o aluno faz um relatório e com isso desenvolve a escrita, a capacidade de organização das ideias e o senso crítico, pois analisa o que aprendeu ou gostou numa determinada prática pedagógica.

Resgatando culturas com o Folclore Brasileiro

Agosto 2019

Professora: Mônica

Turma: 1° A

Tema: 

Objetivo:

Explicar o que é folclore: São lendas, superstições, parlendas, brincadeiras, adivinhas;

Fazer uma roda para conversar sobre o tema;

Contar histórias (lendas) Saci, Mula sem cabeça, Boto Cor de Rosa, Boitatá, Curupira...

Trava- língua e adivinhações

Ensinar a brincar de pular corda e amarelinha;

Causos contados por pais de alunos (pesquisa)

Confecção de cartazes

Exposição de gravuras sobre os personagens do folclore

Visão do Professor:

A escola precisa resgatar a nossa cultura, os nossos valores e garantir as tradições das outras gerações proporcionando aos alunos atividades sócio- cultural e ambientais, incentivando a criatividade da criança sobre o folclore. Sendo assim, o projeto possibilitará trabalhar lendas, provérbios, músicas, adivinhações, comidas típicas, brincadeiras e danças preservando o folclore e a nossa cultura.

 

Visão do Aluno:

"Gostei muito, conheci muitas lendas que não conhecia" ( Cauã )

 

"Achei muito divertido as atividades e brincadeiras" ( Vitória )

 

"Aprendi muitas coisas que não sabia" ( Alice Maria )

Maio 2019

Professora: Gabriele

Turma: 2° A

Dia do Índio

Tema: 

Objetivo:

Realizamos um trabalho sobre o dia do Índio a fim de conhecer e valorizar a cultura indígena, explorando seus costumes e valores.

Exploramos seus costumes, moradias, instrumentos e diferentes pinturas corporais e em qual momento são utilizadas. Aprendemos também que esses costumes podem variar de acordo com cada tribo.

Realizamos também a confecção de cocares e pintura de rosto.

Visão do Professor:

Foi uma atividade muito enriquecedora, pois exploramos diferentes aspectos, trazendo a interdisciplinaridade para as atividades. Foi muito prazeroso perceber que as crianças entendem a influência e importância da cultura indígena para a forma como nossa sociedade é composta. Durante todo trabalho desenvolvido, as crianças demostraram grande curiosidade e envolvimento, trazendo ainda mais alegria para essa data especial, sem se esquecer que todo dia é dia de Índio!!

 

Visão do Aluno:

“Foi muito legal, a gente aprendeu muito sobre os índios, sobre a comida e as moradias” Diogo Florentino Coelho Barbosa 2ºA

 

“Eu gostei de fazer as atividades e de fazer o cocar. Aprendi várias coisas.”

César Alexandre Lopes 2ºA

Abril 2019

Professora: Débora L. Crivellaro

Turma: 5°A e 5°B 

Tema: 

Descobrimento do Brasil

Objetivo:

Foi abordado oralmente com os alunos quais conhecimentos eles já possuíam referente a esta data comemorativa (Descobrimento do Brasil).

Após realizarmos essa roda de conversa, foi passado na lousa um texto que continha os nomes que nosso país recebeu até o que conhecemos hoje, Brasil. Para finalizar o conteúdo, foi entregue aos alunos um texto impresso contendo mais curiosidades sobre esta data.

Para concretizar a atividade, as turmas confeccionaram um lindo cartaz simulando a chegada dos portugueses em 22 de abril de1.500 em solo brasileiro.

Visão do Professor:

Trabalhar o descobrimento do Brasil é sempre algo mágico, pois é possível acompanhar o amadurecimento e domínio do Brasil, expostos verbalmente pelos alunos.

A roda de conversa foi muito ampla e os alunos complementaram muito o tema abordado com conteúdos adquiridos ao longo dos anos escolares.

Foi possível trabalhar valores como o respeito a diferentes culturas e empatia, visto que a cultura indígena foi praticamente dizimada após a colonização portuguesa.

A construção do painel em equipe proporcionou um momento lúdico que enriqueceu o resultado final do trabalho.

 

Visão do Aluno:

1-Eu achei muito legal e descobri coisas novas sobre essa data que eu não conhecia, como os nomes do Brasil e o porquê do nome que temos hoje. (Clara de Andrade Costa Melo de Almeida - 5°B)

 

2- Eu achei bem diferente esse trabalho, porque no painel fizemos o Brasil com floresta e trabalhamos a dobradura dos barquinhos (F. M. B. - 5°B)

 

3- Eu achei esse trabalho bem legal e criativo, porque nós usamos tintas e representamos os índios. Fizemos a chegada dos colonizadores (Alexandre Vanegas Fontes - 5°A)

 

4- Eu gostei, porque é importante para nós conhecer a história do nosso país (Paola Oliveira Santos - 5°A)

Fevereiro 2019

Professora: Renato Nishida

Turma: 8º A / 8º B 

Tema: 

Seu Corpo - 

Organização Espacial

Objetivo:

Esta atividade tem como objetivo perceber a forma como o aluno veio se apropriando do conhecimento sobre o corpo humano ao longo dos anos. Examinamos as imagens dos órgãos fornecidas no Caderno de Atividades, e sugerimos aos alunos que desenhassem na sequência os outros órgãos ou partes do corpo que estavam supostamente faltando. Após a elaboração deste cartaz na sala de aula, foi proposto que colassem na, para exposição das ideias, os acertos e erros para que pudessem ser discutidos.

Visão do Professor:

Saliento a importância de aprimorar o aprendizado das ciências como contexto de vida, no que diz respeito ao cotidiano, ligado às principais características funcionais do corpo humano. As nossas maiores necessidades fisiológicas podem ser expostas de maneira contextual e prática, levando ao aluno uma relação de proximidade e de conhecimento do seu próprio corpo.

 

 

Visão do Aluno:

De modo geral, pode dizer que a participação efetiva do grupo para realização deste trabalho, denotou a facilidade de aprendizado da matéria e o grupo se predispôs a pesquisar anteriormente a realização deste tema. Diante disto, os alunos se mostraram sensíveis aos colegas que encontraram dificuldade na elaboração do cartaz. Muitos disseram que o trabalho lhes permitiu agregar conhecimento sobre o corpo humano num todo.  

 

Prof. Renato Nishida - Ciências

Fevereiro 2019

Professora: Camila Pistoni

Disciplina: Matemática

Turma: 4º A / 4º B 

Tema: 

Estandartes Carnavalescos

Objetivo:

O Carnaval é uma data muito comemorada na cultura brasileira.

Essa data é marcada por desfiles, danças, máscaras, fantasias e os bloquinhos carnavalescos com seus estandartes, que ganharam bastante destaque nos dias atuais.

O objetivo dessa atividade foi trabalhar a história dos estandartes até chegar na figura dos cordões carnavalescos, mostrando o trabalho, criatividade, exclusividade e representatividade de cada um, marcando a identidade de cada bloco.

Visão do Professor:

Essa atividade foi muito significativa, pois mostrou que o Carnaval não se resume apenas aos desfiles das escolas de sambas, mas sim, numa grande festa cultural brasileira.

Durante todo o processo de apresentação do tema e trabalho com as turmas, foi prazeroso observar a curiosidade, criatividade e sintonia entre os alunos na confecção dos estandartes para todas as salas do Ensino Fundamental I da escola, visto que as equipes colocaram as características da sala buscando deixar o estandarte com a identidade da turma.

 

 

Visão do Aluno:

 “Foi legal trabalhar em equipe com os meus amigos e também deixamos as outras pessoas felizes! Ficamos com a turma do 5º ano e escolhemos o nome do bloco de “Cientistas do 5º ano”, pois eles fazem bastantes experiências e também porque eles são mais velhos e fazem bastantes experimentos de eletricidade” – V. M. S. 4º ano B

 

Eu gostei de saber sobre os estandartes, pois cada um é diferente do outro e isso é o que torna os estandartes legais. Eu gostei de desenhar, pintar e decorar o estandarte que foi confeccionado para os amigos de outra turma. ”  M. M. C. 4º ano B

 

“Gostei de trabalhar em equipe, é bom ajudar os amigos e ver nosso trabalho pronto! Foi interessante saber que as pessoas se dedicam em fazer os estandartes para representar o seu bloco no Carnaval”Rodrigo Pires Junior 4º ano A

 

“Eu achei bem legal, pois trabalhamos com materiais diferentes! Foi legal saber que cada estandarte tem um nome próprio e características diferentes” – Sophia Chaves Albino da Silva 4º ano A

Projeto Minecraft

Tema: 

Outubro2018

Professora: Wilker e Priscila

Disciplina: Matemática

Turma: Fundamental II, 8º e 9º ano   

Importância da atividade

De acordo com Ramalho, Simão e Paulo (Revista Eletrônica do Curso de Pedagogia das Faculdades OPET – 12/2014 – pg.1). As inovações tecnológicas que vem sendo inseridas na sociedade ao longo dos tempos e começam a mudar nossa forma de pensar e agir. Estas influenciam diversos setores da sociedade determinando uma importante reflexão e análise das possibilidades de utilização das novas linguagens que abrangem as modalidades de ensino.

Atividade Realizada

E com base nessa ideia apresentada acima, o professor Wilker C. Santos (Matemática), propôs o estudo da geometria plana e espacial (espaço, área, escala) para seus alunos de 8º e 9º ano, por meio do jogo Minecraft. Mas, em vez do aluno ficar com sua construção apenas no modo digital, as equipes tiveram o trabalho de transportar suas criações digitais para o meio físico, por meio de maquetes, construída por eles, em um trabalho em grupo

 

 

Setembro 2018

Professora: Karla Otaviani

Disciplina: História

Turma: Fundamental II, 6º ano   

Dicionário Ilustrado de História

Tema: 

Importância da atividade

A atividade teve como objetivo de estimular e proporcionar os alunos a experiência da pesquisa, a trabalhar e organizar informações e ampliar o vocabulário de conhecimentos históricos.

Atividade Realizada

Os alunos confeccionaram as capas de seus dicionários e organizaram as páginas com as letras do alfabeto; No decorrer do ano as palavras desconhecidas foram inseridas ao dicionário, juntamente com o significado dado a ela por cada aluno de acordo com o que aprendeu.

 

 

Visão do professor

Em meio à grande dificuldade que os alunos possuem com alguns termos específicos da disciplina de História ao lerem os textos, se faz necessário uma busca constante as palavras desconhecidas, que muitas vezes, por não serem comuns, tornam-se esquecidas no decorrer do ano.

Além disso, os alunos aprendem melhor através das próprias experiências. Se as explicações no dicionário forem criadas pelos próprios alunos, eles ficarão mais motivados em usá-los.

Onde

estamos

Confira nossa

página do Facebook 

​Rua José Strazzacapa, 44 - Jd. Madalena - Campinas/SP - CEP: 13091-603 - Fone: (19)3207-0396

@ 2016 - Todos os direitos reservados - ESCOLA CRIATIVA